Nome:
Localização: aaacarmelitas@gmail.com, Portugal

17 de outubro de 2008

ENCONTRO ANUAL DE 2009 - I JORNADAS DOS ANTIGOS ALUNOS DO SEMINÁRIO DA ORDEM DO CARMO EM PORTUGAL

I JORNADAS DOS ANTIGOS ALUNOS DA ORDEM DO CARMO EM PORTUGAL

Na Sequência do “ALMOÇO MUITO ESPECIAL”, que teve lugar no Seminário Carmelita do Sameiro, Braga, Portugal, a Direcção da Associação dos Antigos Alunos do Seminário da Ordem do Carmo em Portugal, resolveu promover a realização das I Jornadas dos Antigos Alunos do Seminário da Ordem do Carmo em Portugal, no próximo ano de 2009, aproveitando a altura da realização da Assembleia-geral, que terá lugar a 28 de Março de 2009 e após ter convidado o Revdº Prior Geral da Ordem do Carmo, para estar presente.
Assim, Anunciamos que, contando com a presença do Revdº Prior Geral, Fernando Millán Romeral, O. Carm.
As I Jornadas dos Antigos Alunos, realizar-se-ão de 27 a 29 de Março de 2009, na Casa Beato Nuno, em Fátima, com programa a anunciar brevemente.
Convidamos todos os Antigos Alunos, nomeadamente os sócios da AAACARMELITAS, a participar nestas jornadas de reflexão sobre o papel dos Antigos Alunos e respectiva Associação, na Família Carmelita e na sua relação com a Ordem do Carmo.
Contamos com muitas presenças, havendo já várias dezenas de antigos alunos que manifestaram a sua vontade em participar neste inédito evento.
Também são convidadas as Ordens Terceiras, Conventuais e não Conventuais, a participar nestas jornadas.
Assim, se estás a ler este anúncio, convidamos-te a manifestar, desde já, a tua intenção de participar, contactando com a organização do evento que, nesta fase, atende pelo telefone +351 93 646 11 26, ou enviando um SMS para o mesmo número. Ou então enviando um e-mail para aaacarmelitas@gmail.com.
Serás, depois, contactado por escrito, para envio de documentação adequada.
Quanto a preços, estamos a diligenciar os melhores preços, os quais serão divulgados, logo que conhecidos.
Todas as inscrições deverão ser sempre feitas para a Comissão Organizadora.
Se tens amigos e antigos companheiros de Seminário e ou Convento com quem podes contactar, anuncia-lhes este evento para que eles possam participar, se assim o desejarem.
Todos não seremos demais…
Aguardamos desde já o teu contacto.
Bem hajas.!

Pela Direcção
Augusto Pereira de Castro


12 Comments:

Anonymous domingos coelho said...

Não há reciclagem de oportunidades perdidas.

Somos herdeiros
de um passado que não é vazio,
mas que nos marca mais ou menos intensamente
e somos construtores dum futuro que não é estático,
mas dinámico,
que não é nosso,
mas para nós
e para a comunidade.
D/C.

18 outubro, 2008 15:29  
Anonymous j dias said...

Caríssimos,
Ora cá está algo diferente entre nós. Saúdo a sua emergência e espero ter a oportunidade de lá estar. Se o sonho comanda a vida, que é como quem diz o pensamento, porque não? Vou nessa...

23 outubro, 2008 12:49  
Anonymous domingos coelho said...

A Paz esteja convosco

"Colem" à A.A.C.

As palavras sábias do meu professor de serviço, que me dizia : Odeio os indiferentes. Como
Friederich Hebbel acredito que "viver significa tomar partido". Não podem existir os apenas homens,estranhos à "cidade".
Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário.
Indiferença é abulia,parasitismo,covardia,não é vida. Por isso odeio os indiferentes.
A indiferença é o peso morto da história.
A indiferença actua poderosamente na história.
Actua passivamente mas actua. É a fatalidade; e aquilo com que não se pode contar; é aquilo que confunde os programas, que destrói os planos mesmo os mais bem construídos; é a matéria bruta que se revolta contra a inteligência e a sufoca.
Por tudo isso e mais, sou "militante" estou vivo, sinto nas consciências viris dos que estão comigo pulsar a actividade da "A.A.C."futura que estamos a construir. D/C.

26 outubro, 2008 00:47  
Anonymous jorge dias said...

Caríssimos,
Este DC surpreended-me. Espero ver. Haja vida que nela vou...

26 outubro, 2008 22:44  
Anonymous VILA GALECIA said...

Como neste espaço tanto se tem falado de amor, tenho de dizer o que sinto de verdade: Eu não odeio os indiferentes; eu não odeio ninguém, graças a Deus; posso não simpatizar com A ou com B; posso não comungar das ideias deste ou daquele; posso discordar de alguns comportamentos; mas, acima de tudo não posso odiar o meu semelhante.
Se assim procedesse, deitava por terra o tal ensinamento do amor, o de Jesus: Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.
Está-me a parecer que se está a fazer conhecer um outro mandamento sobre o amor: Amai-vos segundo as conveniências de cada um... e isto já não é ser CRISTÃO.
Até sempre, com um abraço de muita amizade para todos.
VILA GALECIA

27 outubro, 2008 10:25  
Anonymous Mário neiva said...

Meu Deus, como este homem tem razão!
Mas estou em crer que o Domingos Coelho não queria dizer bem aquilo que disse. Talvez pretendesse dizer que odeia a indiferença e não os homens que incarnam a indiferença. Mas a diferença é tão subtil, que se não houver uma boa dose de sabedoria a acessorar, cai-se na intolerância.
Por isso, muito oportuna a observação do Vila Galécia. E inteligente.

28 outubro, 2008 08:29  
Anonymous domingos coelho said...

A paz esteja convosco!

Meus amigos e companheiros

O tempo é curto neste momento, mas brevemente eu volto. É que me está a dar uma certa "satisfação"acordar para a realidade. Entre o dizer e o fazer, está a distancia necessária para uma dose de "incompreensão" no bom sentido.O mundo tem muito e bons alunos e grandes mestres, só que, ao seu pensar não se junta a acção.
Eu volto...
D/C.

28 outubro, 2008 11:02  
Anonymous domingos coelho said...

A Minha prece

Senhor,
Quero adormecer como uma criança.
Quero poder alcançar Teu amor, Tua paz.
Quero neste mundo tão humano ver,
com teus olhos espirituais os perdidos.
Quero sentir Tua presença cada dia,
Estás comigo, minha vida é tua.
Quero que seja dirijida, na Tua vontade.
Quero que em nós realize propósitos.
Quero ter ciência das bençãos ofertadas.
Quero transmitir através de palavras...
Estas,colocadas em minha boca,pois,
por Tua vontade somos parte do Teu reino;
Nossas súplicas revelam;
Nossa dependência dirige nossos passos
acolhe o filho que aqui neste momento Te ora!
No Teu amor acolhe todos,
De Viseu,Açores ou Braga descansam
merecidamente.
Não esqueças o MUNDO pobre!

30 outubro, 2008 00:03  
Anonymous jorge dias said...

Oi Caríssimos,´
Acabei de ver o desdobrável das I Jornadas e fica-me a sensação de que é mais um encontro anual. O que é bom... e desta vez com o pe. geral superior da Ordem do Carmo no mundo. Ora bem, nada de confusões... vivendo num meio insular, como vivo, habituei-me a jornadas, que a insularidade a isso obriga. digo jornadas de debate.

Até aceito e meditando no programa nem vejo que poderia ser diferente. Precisamente, por isso, escrevo para que se organizem outras, as II jornadas, mas com intervenções,do mais variado possivel. O tema das II jornadas, desafio feito, a refundação do espirito da Ordem do CArmo em Portugal. As III jornadas poderiam ser, os aas carmelitas no século.... etc... Mas temos que ter um tema e separar a Assembleia Geral das jornadas. É possível? Claro que é...
Cordialmente.

11 novembro, 2008 23:55  
Anonymous Anónimo said...

OLÁ MEUS AMIGOS;


FALAI, FALAI MAS TENDE A SABEDORIA DE SOCRATES:

Assunto: Sabedoria de Sócrates

Na Grécia Antiga, Sócrates detinha uma alta reputação e era muito estimado
pelo seu elevado conhecimento.
Um dia, um conhecido do grande filósofo aproximou-se dele e disse:
"Sócrates, sabe o que eu acabei de ouvir a cerca daquele teu amigo?"
"Espera um minuto", respondeu Sócrates,
"Antes que me digas alguma coisa, gostaria de te fazer um teste. Chama-se o
"Teste do Filtro Triplo."
"Filtro Triplo?"
"Sim,", continuou Sócrates, "Antes que me fales do meu amigo talvez fosse
uma boa idéia parar um momento e filtrar aquilo que vais dizer. Por isso é
que eu lhe chamei o Filtro Triplo."
E continuou:
"O primeiro filtro é VERDADE". Tens a certeza absoluta de que aquilo que me
vais dizer é perfeitamente verdadeiro?"
"Não,", disse o homem "o que acontece é que eu ouvi dizer que..."
"Então,", diz Sócrates," não sabes se é verdade. Passemos ao segundo
filtro,
que é BONDADE.
O que me vais dizer sobre o meu amigo é BOM?"
"Não, muito pelo contrário..." "Então,", continuou Sócrates
"Queres dizer-me algo mau sobre ele e ainda por cima nem sabes se é ou não
verdadeiro".
Mas, bem, pode ser que ainda passes o terceiro filtro. O último filtro é
UTILIDADE. O que me vais dizer sobre o meu amigo será útil para mim?"
"Não, acho que não..."
"Bem," concluiu Sócrates, se o que me dirás não é nem bom, nem útil e muito
menos verdadeiro, para quê dizer-me?"
*Usemos o Triplo Filtro na nossa vida diária, cada vez que fomos falar
sobre
alguém*
R/D

12 novembro, 2008 18:12  
Anonymous Anónimo said...

Se alguém tem a sensação que consegue fazer melhor por não?...tudo quanto é feito, é feito com amor.

cito:

Robert Kennedy
"Só aqueles que ousam falhar em grande alguma vez conseguirão realizar algo de grande"

ou até:

Dom Bosco
«Dá sempre muita importância ao que fazes. Actua hoje de modo a não teres de te envergonhar amanhã.»

por hoje fico por aqui:

R/D

12 novembro, 2008 18:33  
Anonymous domingos coelho said...

A Paz esteja convosco

Amizade !

Muitos fazem uso desta palavra para expressarem a relação de afectividade mantida com alguma pessoa, sem contudo, "dar" o sentido real(verdadeiro).
Mas afinal o que é de facto, amigo?
Até aonde o verdadeiro amigo vai contigo?
Certamente, essas são perguntas para as quais só obteremos respostas no momento em que sobrevierem os problemas na nossa vida. Afinal, é quando a nossa fragilidade sobressai, revelando, assim, a nossa humanidade.
Todos queremos amigos que compartilhem dos estantes de angústia que,por vezes, nos assolam. Há, em nós, a necessidade emergente e imperiosa de compartilharmos os momentos mais fortes da nossa vida, quer sejam bons,ou maus. No fundo do nosso ser, por mais que pareça o contrário, há sempre a necessidade de revelarmos a alguém o ser misterioso e secreto que subsiste em nós. Por mais que nos mostremos fortes e eficazes nas nossas actividades, somos dependentes uns dos outros. Somos seres, eminentemente,sociáveis e dados à colectividade.
Ninguém vive só!
Juntos, podemos mais!
Depender dos outros, faz parte da nossa natureza.
Nessa relação de dependência, para sermos felizes, é preciso que sejamos mais que AJUDADORES...
...É preciso que sejamos amigos!
As pessoas cometem erros...
Muitas vezes,ofendem-nos...
...Nem mesmo assim, devemos desistir delas.
A verdadeira amizade é instituída a partir de relações de sinceridade recíproca.
TODO o BEM que alguém fizer será o resultado de algo bem feito por Ti, a alguém.
O Verdadeiro Amigo está por aí, á tua procura. Ele espera encontrá-lo e dizer: Que bom que Tu vieste!
Nenhuma amizade verdadeira é comprada ou imposta.
Tudo é uma questão de conquista.
O Homem é capaz de enganar a todos, menos a si mesmo.
Por isso,olha nos olhos das pessoas e vê o que há neles, de verdade.
Será um grande passo, na busca do verdadeiro amigo. Afinal, verdade rima com amizade. Dessa forma, com verdade, estaremos a descobrir o genuíno amigo.
Amigo é alguém que está sempre disposto a descobrir o bem que há em Ti...
...E a ser descoberto, quando alguém, ansioso, o procura...
E, assim, poder dizer:...
... ESTOU AQUI, PODES CONTAR COMIGO!

... em 1956 Fiz a 3ª classe.
D/C.
PS. Os encontros dos AAC,nunca são SEMPRE iguais, a diferênça é feita por Ti.

12 novembro, 2008 20:20  

Enviar um comentário

<< Home