Nome:
Localização: aaacarmelitas@gmail.com, Portugal

24 de maio de 2008

I N M E M O R I A M

É com dor que coloco aqui esta notícia.

O nosso Sócio e antigo companheiro de Seminário, José Carlos Rocha Ferreira, faleceu na noite passada vítima de acidente doméstico, na Rua de S. Cláudio, 62, onde residia, em Antas, Vila Nova de Famalicão.
O José Carlos nasceu a 8 de Julho de 1947 na freguesia de Delães, concelho de Vila Nova de Famalicão, era filho de Bernardino Ferreira e de Albina Gonçalves da Rocha. Entrou no Seminário em 25 de Setembro de 1958 e iria celebrar este ano, juntamente com os colegas do mesmo ano, as bodas de ouro da sua entrada no Seminário Carmelita; foi baptizado no dia 13 de Julho de 1947, em Delães e foi crismado no dia 5 de Junho de 1960, em Braga, pelo Revmo Sr. Arcebispo, juntamente com outros marianos. A 13 de Junho de 1962 abandonou o seminário..
Este, o resumo que consigo fazer, do tempo que esteve entre nós, aspirante ao sacerdócio na Ordem do Carmo em Portugal, concretamente no Seminário Carmelita da Falperra, Braga..

A Direcção da Associação apresenta sentidas condolências à sua Esposa e restante Família.
Ao PAI, com simplicidade, pedimos que o acolha na morada que escolheu para o José Carlos, onde, em comunhão com todos os Irmãos que já residem nas suas respectivas moradas celestes, continue a sua jornada a ajudar estes seus irmãos na continuação da caminhada terrena que ainda prosseguem.

A todos quantos lerem esta nota, peço levantem o seu pensamento ao Céu, em acção de graças por tudo o que o nosso companheiro, agora na sua morada definitiva, esteja a fazer pelos seus irmãos terrenos.

A todos os que moram perto da localidade de Antas, Vila Nova de Famalicão, quer sejam ou não sócios da AAACARMELITAS, caso possam, pedimos que se associem a nós , amanhã no funeral que se realiza às 09.00 h na igreja na localidade de Antas.

Abaixo reproduzimos uma foto do último encontro em que esteve presente, Fátima, 2008.

O José Carlos é o que está à direita na foto, em primeiro plano, com óculos.

2 Comments:

Anonymous jorge dias said...

Companheiro de anos do mesmo tecto, mestres e orações, pelo tempo e pela sonância do nome, amigo e uma referência nas brincadeiras e aprendizagens que nos fizeram gente de perseverança e de outras coisas lindas, por isso, irmão e acolhido pelo pai. Como sempre, perante o mistério, saudamos reverentes os que mais sofrem com a sua partida. Que as lágrimas que nos lavam os olhos sejam instrumento de germinação do bem que podemos praticar em vidas que sempre serão curtas. Com sentimentos para os familiares me exorto para a vida… e vos abraço.

25 maio, 2008 00:11  
Anonymous Coelho said...

Senhor,
Obrigado pelas horas
Tristes e amargas,
Pois estas prenumciam que um
Novo dia vai nascer
E cheio de realizações,
Dando mais motivo
Para elevar a
Vós uma prece de agradecimento.

25 maio, 2008 20:41  

Enviar um comentário

<< Home