Nome:
Localização: aaacarmelitas@gmail.com, Portugal

13 de junho de 2007

COMO COMENTAR NO BLOG

COMENTAR NO BLOG

Quando alguém entra num blog, o que lhe aparece são as últimas páginas publicadas, sendo que, normalmente, a que se vê logo, é a última publicação.
À esquerda ou à direita (conforme os blogs) encontra-se todo um conjunto de informações, nomeadamente a indicação das publicações mais recentes (em inglês: Recent posts).
Por baixo aparece a Palavra “Archives” (arquivos) onde se podem encontrar todas as publicações mais antigas.
No final de cada publicação está a palavra “comments” (comentário ) precedida do algarismo zero (senão tiver comentários) ou então precedida da indicação de quantos comentários há.
Clicando com o botão do rato, sobre a palavra comments, abre-se uma janela onde aparece um quadrado encimado por um título “Faça um comentário”. Dentro do quadrado, quem quiser comentar, escreve o que lhe apetecer e, se quiser pôr o seu nome no fim , põe, como quando se assina uma carta. Se não quiser, nada põe.
Não é preciso estar a prestar atenção às outras informações que lá há sobre tags e outras coisas, pois são de pouco interesse para o comum das pessoas.
Depois de feito o comentário, é necessário dizer em que qualidade ele se faz. Há 3 hipóteses:
A primeira é para as pessoas que também tenham “blogs pessoais “ ou sítios na internet. Normalmente não é o caso dos nossos visitantes. Mas se algum tiver blog e quiser assinar com ele, tudo bem.
Se quiser usar o segundo, tem de clicar na bola antes da palavra “outro”: então abrem-se pequenas janelas para indicar o nome que se quer pôr, mesmo que só use a primeira janelinha. E põe o nome que lhe vier á cabeça (desde que não seja nome inconveniente).
Em último lugar aparece a palavra “Anónimo”, para quem não quer ser identificado. Esta é a maneira mais fácil de assinar um blog. Clica-se sobre a bolinha que está á esquerda, verificando se ficou mesmo lá o ponto verde registado.
Depois, basta clicar sobre as palavras “Publicar comentário”, escritas numa janela em fundo laranja, aguardando que a publicação se realize.
A rapidez ou lentidão com que a publicação se faz depende muito da velocidade com que o utilizador trabalha no seu acesso à internet. É bom não esquecer que é possível que a grande maioria dos visitantes usa baixas velocidades para o acesso à internet e isso faz com que os comentários demorem um pouco a entrar. Até pode acontecer que seja difícil entrar.
Um conselho que dou àqueles a quem demora a entrar o comentário, é o seguinte: Façam o comentário em WORD e gravem-no. Depois façam todas as operações para comentar, seguidamente vão ao word, fazem “copiar” , clicam no espaço do comentário, fazem “colar”, seguindo depois todos os passos para publicar como acima descrevi. Se, por acaso, demorar a entrar, então interrompam e voltem noutra altura, para ver se têm melhor sorte. É que, fazendo assim, não perdem o comentário feito.
Aqueles que tiverem dificuldade com isto, peçam aos filhos ou aos netos que eles sabem isto na ponta da língua, ou melhor, na ponta dos dedos.
Pronto, creio que já disse o que entendemos ser útil, pois nos parece que haverá muito boa gente que não faz comentários por não se “desenrascar” nestas andanças. Espero ter contribuído para um melhor acesso à actividade de comentar, dos nossos visitantes que tanto nos estimam, a avaliar pelo elevado número de visitas, que cresce de dia para dia.
Nota: se quiserem saber quantas vezes já foi visto este blog, vão ao rectângulo a cores que está do lado esquerdo por baixo dos arquivos e vejam o número que lá está. Se clicarem sobre esse boneco, abre-se uma janela que lhes dará muito mais informações. Mas disso falaremos noutra altura.
Agora, resta-me agradecer a atenção e paciência com leram este arrazoado, esperando que resulte.
Um grande abraço do augusto castro

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Carríssimo,afinal perdemos um bom "padre". A "prática" ou "sermão" como queiras é demasido longa .Diz simplesmente: "Vai nos blog e nos O comments clica. Escreve no rectangulo e nos finalmentes,põe a bola no "other" e clica no fundo da página publish your comment. e verás logo o teu comentário. Teu amigo- Lebre

13 junho, 2007 23:36  
Blogger Segredos said...

Tens razão, o arrazoado é mesmo muito grande. como bem dizes, o que escreveste serviria perfeitamente. Quanto á do bom "padre", deves estar enganado. De facto como és lebre , andas rá´pido e a tua instrução é célere. Bem hajas....

14 junho, 2007 12:54  
Anonymous Anónimo said...

Ena pá, isto é um espectaculo, afinal estamos mestres na coisa.
inté dá pra brancalhar, quer dizer tornar as coisas claras.
pf. rite antes de leres....ah...ah...ah...

14 junho, 2007 17:48  
Anonymous Anónimo said...

Looool, espetáculo! O Gugu não existe mesmo!Loool Tudo muito bem explicadinho, sim senhor.Bjokas

18 dezembro, 2007 15:08  
Anonymous Anónimo said...

mentioned most people settle your financial products in time not to mention lacking charges
A respected credit card debt nonprofit desires how many most people looking toward all of them pertaining to guidance through cash advance debt for you to dual this approach. debts aid organization says about buy that quick, superior desire borrowing products this holiday season. The particular charitable trust claims 36 months past how many clientele with them has been unimportant.
szybka pożyczka
zobacz więcej
pożyczki bez poręczycieli
pożyczka dla firm bez bik
kredyty bez bik

http://szybkapozyczkabezbik.org.pl
http://pozyczki-prwatne.com.pl
http://szybkapozyczkabezbik.org.pl

04 janeiro, 2013 15:14  
Anonymous Anónimo said...

geotorelxz credit card debt help
debt consolidation services
credit companies

03 abril, 2013 01:48  

Enviar um comentário

<< Home