Nome:
Localização: aaacarmelitas@gmail.com, Portugal

8 de abril de 2008

ENCONTRO LAICADO CARMELITA DA REGIÃO IBÉRICA

ENTREVISTA DO REVDº PRIOR GERAL DA ORDEM DO CARMO, À ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS DO SEMINÁRIO DA ORDEM DO CARMO EM PORTUGAL, EM 5 DE ABRIL DE 2008, EM FÁTIMA, NA CASA BEATO NUNO




video

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Olá Aaacarmelitas:
Esta é a mensagem, este é o desafio, só quem esteve presente, pode dizer o que sentiu naquele momento, isto comprometeu-me.
Esta é a simplicidade de um homem, de espirito forte, de carisma, de simplicidade. Conhecer homens como este ajuda-nos a viver a vida em obséquio a Jesus Cristo,DEUS, que vendo Maria aos pés da Cruz a Ela nos entregou como filhos.
E agora?
ROSALINO DURÃES

08 abril, 2008 12:31  
Anonymous Anónimo said...

Mãos à obra...

09 abril, 2008 20:56  
Anonymous Anónimo said...

Estou a tentar interiorizar uma mensagem de afecto fraterno do irmão, revº Pe Geral da família carmelita, que considera aaacarmelitas integrada na grande família carmelita. Claro que os desafios decorrem dessa afirmação: manter o carisma carmelita no mundo e ser a sua encarnação no século como membros dessa família. Não sei se alguma vez alguma figura representativa da Ordem foi tão longe... nem se poderá ir mais longe. Aaacarmelitas, disse, é uma coisa muito linda. Registo feito... a interiorização continuará.

09 abril, 2008 21:20  
Anonymous Anónimo said...

“ A mensagem é de carinho e afecto fraterno. Creio que é uma coisa muito bonita esta associação de antigos alunos carmelitas, que se sentem plenamente membros da família do Carmelo e que conservam esse afecto e esse carinho pelo Carmelo. Mensagem de ânimo e de apoio, afecto fraterno dentro da família Carmelita.
O desafio é duplo:
- que vivam o carisma carmelita no meio do mundo, no meio do trabalho, da família, da vida social, das dificuldades, viver esse espírito do Carmelo de profundidade interior, de devoção mariana. Que saibam fazê-lo carne, que saibam encarná-lo no mundo real, na vida real.
– Segundo desafio é que mantenham esse forte vínculo, essa união tão forte com a família carmelita, que sigam em contacto com o Carmelo, que eles (os antigos alunos) são carmelitas no sentido pleno da palavra, carmelitas seculares, e que mantenham esse espírito para que entre todos construamos a grande família do Carmelo, neste caso, em Portugal”.

13 abril, 2008 02:11  

Enviar um comentário

<< Home