Nome:
Localização: aaacarmelitas@gmail.com, Portugal

29 de março de 2008

Conseguirás, também fazer isto?

Alguém me fez chegar este vídeo, um pouco longo, às minhas mãos, via "youtube", video que eu não perco oportunidade de divulgar pelos nossos visitantes.
Assim, ponho à vossa consideração, a infinita capacidade do ser humano de poder cumprir o propósito que o trouxe a esta vida de dualidade terrena, muito mais produtiva que as esforçadas elocubrações intelectuais dos nossos bem pensantes.


Can you do it too?


5 Comments:

Anonymous Domingos Coelho said...

Simplesmente "Belo". As capacidades e inteligência humana é na verdade uma caixinha de surpresas. Fiquei vergado ao querer desta Senhora. É Incrível.

30 março, 2008 21:59  
Anonymous Mário Neiva said...

Belo, como bem diz o Coelho, e comovente. Chamei a minha mulher para ver. Ficou varada. Não é para menos. E perante realidades como esta nós temos que parar para meditar. E pensar. E sonhar. Pois sempre que o homem sonha o mundo pula e avança, como dizia o poeta.
Sendo certo que uma imagem vale por mil palavras, ou um milhão, não podemos deternos na simples contemplação do prodígio. O génio e a persistencia daquela senhora, que o nosso judeu (do texto) quer que chamemos de Sacramento Maior,deverá levar-nos a pensar naqueles milhares de homens e mulheres que, no quase silêncio dos laboratórios, investigam causas de doenças congénitas e forma de as prevenir; nos milhares de homens e mulheres que repudiam todas as guerras, as santas e as diabolicas;nos milhões de pessoas que rejeitam todas as formas de violência física e psicológica; nos milhões que se colocam, definitivamente, do lado da defesa dos direitos humanos...
Não basta contemplar. É preciso tomar atitudes. Imagens como estas devem despertar-nos para a consciencia do que falta realizar.

31 março, 2008 00:38  
Anonymous j dias said...

Não consigo fazer nem preciso, mas aprecio quem precisando faz. Sugere-me, aliás, esta postagem, a multifuncionalidade de que somos capazes, nós os humanos, e quão longe nos quedamos tantas vezes de atingir os nossos limites e por outro lado a pouca capacidade que temos, às vezes mesmo diante dos nossos olhos, de vermos autênticos prodígios, quer físicos ou psicológicos quer mesmo espirituais, só porque não foram ao "you tube". A filosofia começou pela admiração, admiremo-nos. É um bom caminho.

31 março, 2008 23:59  
Anonymous Anónimo said...

QUANTO TEREMOS QUE AGRADECER A NOSSA PERFEIÇÃO, NA NOSSA IMPERFEIÇÃO!...ANDAMOS ARREDADOS?.., PORQUÊ?

08 abril, 2008 17:50  
Anonymous VILA GALECIA said...

Arredados de quê?
Confrontados com estas maravilhas, só se andarmos arredados do perfeito juizo.
E dos que comentaram, nada li que nos levasse a pensar em alheamentos...
Vila Galecia

21 outubro, 2008 14:40  

Enviar um comentário

<< Home